Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Imutável
05/12/2013, 03:13
Filed under: Uncategorized | Tags:

A febre trás calor ao imutável
as últimas páginas de um romance
a bebida forte amarga os lábios
sensação que não será como antes
O sol parece que nasceu desbotado
Deus se esqueceu de colorir esse dia
as palavras tortas soltas ao vento
quebrou o feitiço e acabou a magia
E o que resta é noite e solidão
uma alma ferida com medo de amar
o respeito caminha sobre uma linha
qualquer coisa faz a arma disparar
Nem sei em quantos abismos pulei
sensação de liberdade, poder voar
mas no fundo sempre existe dor
e os anjos se negam a ajudar
O mundo não suporta o diferente
persegue até a morte o incomum
é mais fácil desprezar o próximo
que abraçar e dizer: Sempre te amarei

large

As palavras ainda uma vez indicam o desaparecimento do que é caduco, do que foi criado, para que só subsista o que é imutável.” Hebreus – 12:27

 



Poesia – Divino
05/07/2012, 05:02
Filed under: Uncategorized | Tags:

Venha depressa contemplar o luar
encantar as estrelas pelo seu brilho
abrir os olhos pra começar a sonhar
quando se ama tudo fica mais bonito
Pra que ter medo se podemos confiar
juntos somos um exercito em Cristo
não se preocupe se o mal está a rondar
pois o maligno não toca no que é divino
Anjos aparecem em forma de amigos
tem abraços que duram uma eternidade
a vida fica melhor quando está comigo
é difícil esquecer aquilo que temos saudade
Um olhar pode carregar mil palavras
um gesto mostra o que se tem no coração
como é bom ter a ternura dentro da alma
e saber pelo cuidado que nada disso é ilusão
Canto para expressar toda minha alegria
a paz que habita sobre os meus caminhos
pois sei exatamente o que tenho vivido
e como é bom viver as promessas em Cristo


“O poder divino deu-nos tudo o que contribui para a vida e a piedade, fazendo-nos conhecer aquele que nos chamou por sua glória e sua virtude.” 2 Pedro 1:3