Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Mil Vezes
13/12/2013, 01:59
Filed under: Uncategorized | Tags:

Encha-me de alegria até que o meu coração transborde
então me abraça o mais forte que os seus braços podem
destrói toda minha vontade de ser apenas um com você
bebe do meu sangue e deixa que o resto fazemos acontecer

Faça-me sonhar mesmo sabendo que ainda estou acordado
acreditar que nem a morte pode me tirar do seu lado
Que é possível se apaixonar mil vezes pelo mesmo alguém
que a nossa cumplicidade é a melhor coisa que se tem.

Convida minha alma para dançar a valsa mais profunda
depois morde meus lábios e me deixa com frio na barriga
somos meros mortais querendo uma cura pra eternidade viver
quem sabe depois dessa noite escura veremos o sol nascer

Seu amor me ressuscitou, ligou de novo minha humanidade
me ensinou a me importar e querer algo que seja de verdade
doce quantos estamos juntos, mas se torna amargo com a saudade
por isso quando sair de perto de mim não volta tão tarde.

O que sentimos um pelo outro nem sempre descobrimos como dizer
nós sabemos que não somos perfeitos, mas que juntos podemos ser
A tempestade passa bagunça tudo ainda assim eu encontro você
não importa quantas vezes isso aconteça eu ainda vou te querer

Taffeta Ruffle Katherine Vintage Prom Gowns On Vampire Diaries

“O Senhor Deus de vossos pais vos aumente, ainda mil vezes mais do que sois; e vos abençoe, como vos tem falado.”
Deuteronômio 1:11

Anúncios


Poesia – Tenho Tentado
09/12/2013, 04:01
Filed under: Uncategorized | Tags:

Eu tenho tentado permanecer em sua vida
participar do seu mundo e dos seus sentimentos
tenho tentado lhe ensinar sobre a verdade
que somente o amor deixa sereno os pensamentos

Tenho tentado acender o brilho do seu olhar
a sorrir com a alma e sobreviver aos tormentos
Tenho tentado mostrar que é melhor amar que odiar
deixar o passado passar e ser mais que um momento

Tenho tentado despertar a esperança em seu coração
converter em algo bom toda a tristeza e depressão
Tenho tentado demonstrar que o amor é o ar da alma
que vale a pena respirar fundo e agir com calma

Tenho tentado explicar que vida não dá garantias
que a morte chegue agora ou daqui centenas de dias
Tenho tentado ensinar sobre a verdadeira liberdade
aquela que não depende de nada mais para acontecer

Tenho tentado dividir o Espírito de um guerreiro
que ensina a ser maior que qualquer desespero
Tenho tentado dizer que unidos podemos vencer
quando com amor decidimos nossa vida viver

friends,happy,photography,bubbles,girl,vintage,girls-1c99a4f122f265426cd780b2bfa40cc3_h

“Ninguém, quando for tentado, diga: É Deus quem me tenta. Deus é inacessível ao mal e não tenta a ninguém.” Tiago 1:13



Poesia – Destino
14/08/2012, 02:29
Filed under: Uncategorized | Tags:

Os sonhos que foram embora
não é fácil aceitar o destino
o que era costume mudou de lugar
deixando apenas um coração partido
Fica difícil voltar a acreditar
tanto se fez mas nada se colheu
vagando sozinho ando meio perdido
planos que pelo tempo esqueceu
Eu sei que um dia o sol volta brilhar
as feridas secam com a brisa do tempo
a mente muda e o coração se acalma
e a esperança que tudo será diferente
Quem não cai não aprende a levantar
a dor do amor machuca os sentimentos
a luta é dura pra tentar se readaptar
a tristeza invade alguns dos momentos
No vazio da noite a saudade pelo ar
conversar com Deus quando todos dormem
somente assim pra ter um pouco de paz
na presença do Espírito poder repousar

“Meu destino está nas vossas mãos. Livrai-me do poder de meus inimigos e  perseguidores.” Salmos 31:15



Poesia – Boas Novas
15/05/2012, 04:42
Filed under: Uncategorized | Tags:

Trago as boas novas pra quem está perdido
pra quem se sente abandonado e com o peito ferido
eu entendo a sua dor e sei como é ruim se sentir sozinho
acordar olhar ao redor e perceber que o coração está vazio.

Trago as boas novas pra quem virou refém do desespero
pra quem não consegue encontrar algo bom em seus sentimentos
pra quem se iludiu por acreditar em promessas de mentiras
pra quem se entregou as drogas e ao excesso de bebida.

Trago as boas novas pra quem se sente desanimado e abatido
pra quem não encontra um lugar pra descansar os seus sentidos
pra quem está farto de ficar triste e de chorar sem motivo
e tem desejo de se matar porque cansou da dor de estar vivo

Trago as boas novas pra quem não consegue mais acreditar
pra quem pensa que a dor e o sofrimento nunca mais vão acabar
apenas pare por um instante e preste atenção no que eu digo
existe um Deus poderoso que te ama e quer te ver sorrindo

Trago as boas novas pra que saiba que Deus está te esperando
precisa apenas permitir e se arrepender de todos seus enganos
deixa seu coração palpitar clamando pelo Espírito Santo
que ele virá te resgatar trazendo paz, esperança e o amor do Santo dos Santos



“Respondeu o anjo: Eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus, e fui enviado a falar-te e a trazer-te estas boas novas; “Lucas 1:19



Poesia – O Frio
02/05/2012, 02:31
Filed under: Uncategorized | Tags:

Esse é o inverno da solidão
que corta o coração das almas carentes
que faz tremer os ossos e deixa o coração no chão
que machuca a felicidade e não tem roupa que esquente

Esse é o frio que agride quem não tem com quem se esquentar
a vida daqueles que no verão não fizeram à lição certa de amar
esse é o instante que não tem coberta vai ter que bater os dentes
pois é impossível afastar o gelo quando o vento vem de frente

Esse é a fria tempestade que arrepia os medos
que faz colocar a mão no bolso pra tentar esquentar os dedos
que traz o cheiro de naftalina pelas roupas que estavam guardadas
que tira a coragem e apenas desperta a vontade de ficar em casa

Essa é a madruga que vai gear sobre a grama
que deixa as estrelas mais brilhantes e a galáxia mais exposta
o dia em que somente os mais fortes iram sobreviver
e que ficou claro que alguma coisa precisava acontecer

Essa é a noite que teremos que esperar para ver o sol nascer
e através do seu calor observar o que antes era inerte se mover
somos escravos que sozinhos não podemos nada contra o frio fazer
essa é a mesma sensação de quando longe de Deus decidimos viver

“Eu era queimado de dia pelo calor, e de noite pelo frio, e o sono fugia dos meus olhos.“
Gênesis 31:40



Poesia – Seus Olhos
03/04/2012, 05:13
Filed under: Uncategorized | Tags:

Preciso ver os seus olhos radiantes
pra ter a certeza que não foi em vão
cada momento que passamos separados
cada briga que acabou em discussão
Mas quando te olho e você está sorrindo
nasce no meu coração o mais puro perdão
me dá vontade de ficar pra sempre contigo
pois me sinto triste quando não seguro sua mão
Hoje pra se amar é preciso ter coragem
engraçado que com você não sinto medo
tudo que você faz é tão fácil de gostar
que me perco na intensidade dos meus desejos
Em cada pequeno detalhe tudo fica perfeito
é amor demais que transborda dentro do peito
você me paralisa e passa como suave brisa
quando me abraça sinto um frio na barriga
Fecho os olhos para provar dos seus beijos
ternura tão forte que consegue parar o tempo
Deus como eu te agradeço por cada momento
que me permiti tocar meu amor com os dedos


“Desvia de mim os teus olhos, porque eles me fascinam. Teus cabelos são como um rebanho de cabras descendo impetuosamente pelas encostas de Galaad.” Cânticos 6:5



Poesia – Faça Viver
18/02/2012, 05:34
Filed under: Uncategorized | Tags:

Na ressaca de amor você é meu remédio
os seus braços o refugio que mais adoro
posso me aventurar por outros mundos
mas para o seu paraíso eu sempre volto
Ternura de olhar quando está sorrindo
num luzeiro se transforma os seus olhos
o som da sua voz é como um doce delírio
que misturando no o sangue dá overdose
Alucina meus lábios endoida minha vida
distorce o espírito em busca das estrelas
passeia pela noite charmosa e atrevida
arrancando olhares e despertando inveja
Quem sabe não sou mais uma pobre vitima
encantado com a beleza que você libera
iludido por sonhos que a mente fascina
que destroem a ansiedade e a espera
Estou cansado de sobreviver me faça viver
arrume suas asas e juntos vamos embora
procurar a paz ver o sol da alegria nascer
achar o lugar onde os que se amam moram

“Enquanto viver, cantarei à glória do Senhor, salmodiarei ao meu Deus enquanto existir.” Salmos 104:33