Liveurs – Underground Reality Show


Sonho de Criança
09/12/2012, 20:30
Filed under: Uncategorized | Tags:

Vale a pena ver e saber que as promessas de Deus sempre iram se cumprir.



Composição – Telefona
05/12/2012, 13:07
Filed under: Uncategorized | Tags:

Acorda porque meu coração te chama
encontra o seu celular e telefona
confessa que sem mim não sabe viver
e que nos sonhos costumo aparecer

Que é difícil quando a saudade vai bater
minha alma esta carente de você
e cada segundo faz seu coração doer
e que juntos vamos ver o sol nascer

Diga que seu amor é a certeza
e ao meu lado quer entrar na igreja
que roda o mundo, mas não saio da cabeça
nosso amor sempre permaneça

Demonstra que a coragem venceu o medo
que a frágil menina está crescendo
que cansou da balada e quer uma família
que eu sou o cara da sua vida

Deixa escapar um sorriso em sua voz
perceber suas lagrimas de emoção
então juntos vamos, morar na mesma casa
e nos dois, sonhar no mesmo colchão.



Texto – Esqueceria Nunca
29/11/2012, 04:08
Filed under: Uncategorized | Tags:

Sensibilidade é saber ver através da alma, entender a complexidade do desejo de uma mulher num simples olhar ou talvez quem sabe deixar nas entranhas do destino um gostinho de perfume e um aroma de quero mais. É penetrar no mais intimo segredo proibido, daqueles tentam esconder no  silêncio  que quem nos ama deixou nosso coração ferido. Linguagem dura que substitui as doces melodias, sussurro que foram modificados por gritos, urros e gemidos.

É poder descobrir através do desleixo da roupa a magoa que afogou a felicidade ou o desespero que tirou a fome e desprezou o alimento deixando na mesa um prato sem vaidade. É despertar a sabedoria para decifrar as idéias loucas que rondam a cabeça dos imaturos e acabam tornando tudo o que era para ser eterno em um desperdício de momentos futuros.

É mergulhar no papel para resgatar as emoções, exagerar nos sentimentos tortos, como se a dor colocasse preço e validade ao melodrama pessoal tudo para tentar chamar a atenção de quem  virou as costas e deu seu desprezo no momento que no nosso coração gritou o medo. É saber aceitar que nem sempre os sonhos se concretizam ou se misturam com aquilo que queremos, que as vezes o sono chega para anestesiar a vida e a bebida ajuda a enganar os passos dados pelos caminhos tortos  e pelas ruas sem saídas.

É como querer visualizar o rosto de quem parece bonito sem maquiagem, contemplar as lagrimas que rolaram pela areia do tempo nos olhos daqueles quem encontraram na morte o fim do sofrimento e partiram na esperança de poder tocar o céu com as mãos. É  cortar os pulsos numa noite fria e poder ressuscitar no outro dia com a voz de um anjo gritando vamos levanta do chão, é conseguir ficar de bem e de mal sem carregar magoa nenhuma no coração, porque entende que quando não resolvemos nossos sentimentos eles dominam a nossa razão.

Trocar as lentes e mudar o foco, esquecer o filme que se repete com os anos, é deixar ser moldado pelos erros, sem entregar ao desespero e aos enganos. Orar, calar, tentar e depois perceber que mesmo entre tantos fracassos Deus vem agindo e acabamos nos transformando naquilo que nunca imaginamos.

Poder saciar bebendo do leite da vida, voando sem asas, falando sem palavras, explorando os gemidos inexpressíveis da alma, tudo para saber que no final de cada dia o momento mais importante é aquele que você se pega molhado e feliz, achando graça do cabelo que não para como deveria simplesmente porque acabou aceitando que certas coisas não mudam e nem são como gostaríamos, mas a alegria é saber respeitar a estranha sinfonia que o Criador empregou sobre nossa experiência de vida, por isso não se esqueça nunca daquele que jamais te esqueceu, não comenta o mesmo crime que Judas cometeu.

“Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca.” Isaías 49:15



Poesia – Destino
14/08/2012, 02:29
Filed under: Uncategorized | Tags:

Os sonhos que foram embora
não é fácil aceitar o destino
o que era costume mudou de lugar
deixando apenas um coração partido
Fica difícil voltar a acreditar
tanto se fez mas nada se colheu
vagando sozinho ando meio perdido
planos que pelo tempo esqueceu
Eu sei que um dia o sol volta brilhar
as feridas secam com a brisa do tempo
a mente muda e o coração se acalma
e a esperança que tudo será diferente
Quem não cai não aprende a levantar
a dor do amor machuca os sentimentos
a luta é dura pra tentar se readaptar
a tristeza invade alguns dos momentos
No vazio da noite a saudade pelo ar
conversar com Deus quando todos dormem
somente assim pra ter um pouco de paz
na presença do Espírito poder repousar

“Meu destino está nas vossas mãos. Livrai-me do poder de meus inimigos e  perseguidores.” Salmos 31:15



Poesia – Divino
05/07/2012, 05:02
Filed under: Uncategorized | Tags:

Venha depressa contemplar o luar
encantar as estrelas pelo seu brilho
abrir os olhos pra começar a sonhar
quando se ama tudo fica mais bonito
Pra que ter medo se podemos confiar
juntos somos um exercito em Cristo
não se preocupe se o mal está a rondar
pois o maligno não toca no que é divino
Anjos aparecem em forma de amigos
tem abraços que duram uma eternidade
a vida fica melhor quando está comigo
é difícil esquecer aquilo que temos saudade
Um olhar pode carregar mil palavras
um gesto mostra o que se tem no coração
como é bom ter a ternura dentro da alma
e saber pelo cuidado que nada disso é ilusão
Canto para expressar toda minha alegria
a paz que habita sobre os meus caminhos
pois sei exatamente o que tenho vivido
e como é bom viver as promessas em Cristo


“O poder divino deu-nos tudo o que contribui para a vida e a piedade, fazendo-nos conhecer aquele que nos chamou por sua glória e sua virtude.” 2 Pedro 1:3



Texto – Felicidade
11/06/2012, 02:28
Filed under: Uncategorized | Tags:

Buscam a felicidade como se fosse algo de beber, comer ou fumar. Como se ela estivesse dentro de uma pessoa ou fosse um lugar para se estar. Outros acreditam que ela está vagando de festa em festa ou quem sabe escondida em um paraíso distante onde somente quem tem muito dinheiro pode chegar. Por isso procuram alcançar um estado de perfeição induzida como se algo de fora pudesse mudar a tristeza de dentro e quem sabe assim não pensar em mais em nada e conseguir sorrir.

A vida machuca aqueles que não sabem aceitar o que aconteceu, que não querem pagar o preço de suas escolhas e assumir a responsabilidade de seus erros. Castiga os olhos com lagrimas de todos aqueles que não tem coragem de reconhecer que viveu uma mentira. Talvez por medo de não querer parecer fraco e é nessa hora que o orgulho domina a alma e o que deveria ser amor se transforma em raiva e ódio. Quem nunca se sentiu perdido, procurou as características de uma pessoa em outra, quem nunca tentou relembrar o que viveu, se apegou as amarras do passado por desespero que o futuro não saia exatamente como o seu comodismo deseja.

É triste ver que muitos não conseguem se reconhecer, que julgam as pessoas sem nem ao menos as conhecerem, que causam mal pelas palavras tortas, pela inveja, pelos olhares de cobiça e por querer ver o mundo com sua visão de maldade. Um coração contaminado cega todo um grupo de pessoas, nem todo mundo tem personalidade para buscar a verdade, para praticar a justiça e pra dar uma chance de aceitar que cada pessoa tem seu jeito.  Amar é um exercício de perdoar, de se colocar no lugar do próximo e de perceber que nada podemos esperar de quem vive sempre em trevas. Dizer que acredita em Deus não muda nada, porque se a pessoa crê num Deus que não pode mudar a sua própria vida algo está errado.

Muitas vezes a voz de Deus fica abafada pelo ruído da cidade, pelas opiniões alheias ou pelos gritos histéricos de descrença. Colocam o problema de uma forma tão grande, que parece que é impossível transpor, como se a vida fosse feita apenas de uma coisa ou um acontecimento. Resumindo a vida a um relacionamento, ao trabalho ou atividade social. A vida sempre vai ter mais para oferecer, mas precisamos querer mais, pedir mais e o mais importante orar mais. Como é cansativo conviver em ambientes que faltam Deus, eles costumam ser pesados, tensos e sempre de alguma forma acabam roubando a nossa paz e questionando a nossa fé. Amar aqueles que nós odeiam é uma tarefa que precisa de muita intimidade com Deus para não acabar pagando na mesma moeda.

Somente assim poderemos trazer luz para as nossas vidas e dessa forma conseguir enxergar a graça de Deus e encontrar plenamente a nossa felicidade. Tomar um conhecimento claro e profundo da benção de Deus que está em nossa historia e só poderemos reconhecer isso quando faltarem às coisas mais simples, como a saúde, o pão nosso de cada dia e as pessoas que compõe a nossa família. No encontro com Jesus formamos uma família ainda maior, porém infelizmente nem todos que falam de Deus vem em nome de Deus em nossas vidas. Por isso precisamos trazer a verdade para as nossas ações e deixar longe tudo aquilo que nos impede de viver na graça de Deus. A felicidade nada mais é que sentir a presença do Espírito Santo sondando nosso coração.

”Viverá na felicidade, e sua posteridade possuirá a terra.” Salmos 25:13



Piano – Chopin – Op 10 n.3 – Tristesse
18/05/2012, 01:33
Filed under: Uncategorized | Tags:

Sobre a musica:

O Estudo Opus 10, nº. 3 em mi maior, apelidada de “Tristesse” (“Tristeza”), é um estudo para piano solo, composto por Frédéric Chopin em 1832. A respeito deste vagaroso estudo cantabile de caráter polifônico e legato, o próprio Chopin acreditava ser o de mais bela melodia que já havia criado. A peça se tornou famosa por entre inúmeros arranjos populares. Tanto “Tristesse” quanto “Farewell” (Adeus) são nomes dados à obra por Chopin. (Wikipedia)