Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Confesso
04/01/2012, 02:24
Filed under: poesia2 | Tags:

Confesso que já quis desistir um dia
que chorei de amor por quem não deveria
que não dei valor a vida e ao que tinha
e que magoei aqueles que bem me queriam
Confesso que já desejei tanto morrer
que não suportava mais ver o sol nascer
que a solidão consumia a alegria de viver
e que a depressão acompanhava meu crescer
Confesso que duvidei que Deus existia
que julguei as pessoas que não conhecia
que apenas a bebida alguma coisa oferecia
e que a diversão era pelo excesso que tinha
Confesso que acreditei que tudo sabia
que esperava que alguém minha vida mudaria
que o vazio era coisa do passado e da família
e que acordar era a ultima coisa que queria
Confesso que o poder de Deus eu subestimei
mas alguma coisa aconteceu quando clamei
não sei explicar como mas muito amor ganhei
e hoje eu vivo em paz como eu nunca sonhei

“que os teus ouvidos estejam atentos e os teus olhos estejam abertos para ouvir a oração
que o teu servo está fazendo dia e noite diante de ti em favor de teus servos, o povo de
Israel. Confesso os pecados que nós, os israelitas, temos cometido contra ti. Sim, eu e o
meu povo temos pecado contra ti.”  Neemias 1:6

Anúncios


Poesia – Eu conheço
01/08/2011, 05:03
Filed under: poesia2 | Tags:

Eu conheço o aroma que contém o seu perfume
como relva de orvalho que exala pelos campos
que conduz meus sentimentos a algo profundo
uma força que me leva ao encontro dos seus braços
Eu conheço a satisfação que você pode oferecer
o romance perfeito entre o amor e o meu prazer
a paz envolvente que os teus olhos podem trazer
coisas que somente eu consigo encontrar em você
Eu conheço a vontade que castiga e me maltrata
quando esta longe a saudade quase que me mata
não sei mais o que faço pra conseguir te esconder
na hora que meu coração chama querendo te ver
Eu conheço o que sinto quando apenas conversamos
e como tem o poder de mudar e conduzir meus sonhos
sabendo escrever e transformar até as linhas do destino
e a fazer de um simples dia triste algo alegre e bonito
Eu conheço a ternura que radia de todo o seu corpo
o espírito que te envolve e faz brilhar o seu rosto
e acho incrível como consigo conquistar e te perder
mas nem sempre sei como devo agir perto de você

“Conheço tuas obras, teu amor, tua fidelidade, tua generosidade, tua paciência e persistência; e as tuas últimas obras, que excedem as primeiras.”
Apocalipse 2:19



Poesia – Namorar Comigo
16/05/2011, 02:49
Filed under: poesia2 | Tags:

Se declara e seja o que Deus quiser
diga que sou seu homem e quer ser minha mulher
pra que esconder tamanho amor no silêncio
e viver entre acaso misturado com momentos
Porque não me fala com todas as letras
que minha voz te deixa numa paz imensa
que chora de emoção, ternura e carinho
quando o destino cruza nossos caminhos
Tenta agora que a coragem superou o medo
não deixa outro alguém viver seus desejos
o tempo já passou e parece apenas crescer
um sentimento puro que nada faz esquecer
Revela que acorda e dorme pensando em mim
que sua oração começa sempre com meu nome
que é estranho quando pensa em outro homem
e que todos que passaram ficaram no ontem
Conta que meu abraço dispara o seu coração
que fica agitada e que transpira suas mãos
que de madruga sonha com nos dois juntinhos
e que sua maior vontade é namorar comigo

“Fica comigo; não temas. Aquele que odeia a minha vida, odeia igualmente a tua. Junto de mim estarás seguro.”
1 Samuel 22:23



Poesia – Fica
09/05/2011, 01:44
Filed under: poesia2 | Tags:

Fica porque preciso de você agora
somente o seu sorriso me conforta
faz o meu dia triste ficar mais feliz
mostra que é tudo que sempre quis
Fica porque sem você tudo é saudade
a noite do mundo é ilusão e vaidade
no meio de outros eu me sinto sozinho
as palavras somem e o caderno vazio
Fica porque se não o sono nunca vêm
não consigo me concentrar em ninguém
toda noite é fria e carente de alegria
apenas momentos de bebedeira e euforia
Fica porque estou preso no seu olhar
me falta o ar e não sei como respirar
como poderia te explicar o meu querer
ou falar algo que fosse te surpreender
Fica porque ainda eu quero te amar
pois temos muitas coisas pra passar
mas o que dizer que vai te convencer
que ao meu lado eu somente quero você

“Fica comigo; não temas. Aquele que odeia a minha vida, odeia igualmente a tua. Junto de mim estarás seguro. “
1 Samuel 22:23



Poesia – Tu és
08/04/2011, 02:10
Filed under: poesia2

Tu és a fonte a qual delicio minha sede
o prato que alimenta minha fome de vida
contento que desperta graça a felicidade
o medico da alma que cura todas feridas
Tu és o principio o criador do universo
combatente do pecado e o senhor eterno
ama de diversas formas todos seus filhos
sem importar se estão pertos ou perdidos
Tu és o pastor que confio o meu destino
luz que traz esperança ao coração abatido
condutor supremo a promessa de ser eterno
a força invisível para se vencer o deserto
Tu és a sabedoria em forma de palavras
caridade que socorre a alma necessitada
onipresente está em todo lugar do mundo
conhece o intimo de cada coração amigo
Tu és o senhor dos senhores e o reis dos reis
bem aventurado que pra o sempre eu louvarei
majestade dos povos a quem eu exaltarei
em louvor, gestos e em verdade te amarei

“Tu és o meu Deus, e eu te louvarei; tu és o meu Deus, e eu te exaltarei. “
Salmos 118:28



Poesia – Vou te amar
15/03/2011, 04:58
Filed under: poesia2

Eu poderia te aguardar por toda a vida
iria te amar até que gostasse de mim
Tentei te esquecer, mas não valeu a pena
a saudade nunca vai deixar ter um fim
Antes de te conhecer me apeguei a você
dias e noites em uma espera interminável
talvez não entenda o quanto foi difícil
passar todo esse tempo sem você do meu lado
Eu vou te amar até sentir que seja minha
e nunca mais quero ter que fugir do amor
pois custa muito caro ter que perder você
eu também quero uma chance para ser feliz
Deixaria tudo pra gente poder ficar em paz
qualquer coisa é uma pura ilusão do mundo
será que é tão complicado de compreender
que somente com você quero sonhar junto
Eu não consigo apenas deixar de te amar
não querer a cada instante contigo estar
Parece loucura, mas o tempo te fará entender
que o pra sempre foi feito pra nos dois viver

 

“Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher,ama-se a si mesmo. “
Efésios 5:28



Poesia – Sua Janela
11/03/2011, 03:07
Filed under: poesia2

Vamos dar uma volta, passear pela cidade
saia escondida de casa, pois agora é tarde
ninguém entende nossa vontade,vem depressa
que a noite nos oculta e nunca nos revela
Deixa o desejo de amar ficar além do medo
quantas coisas poderiam estar acontecendo
então pula o muro ou deixa a porta aberta
ou permita um anjo entrar pela sua janela
Sutilmente caminho enquanto todos dormem
fico em silêncio vendo o seu sorriso enorme
Síndrome de bem estar invadiu sobre meu ser
daqui a pouco eu sei que o sol vai nascer
Parece loucura talvez você tenha razão
mas não existe uma trava no meu coração
falo tudo que sinto e amo tudo o que vejo
eu acredito que você seja o meu espelho
Simples parte de mim encontrei um dia
uma preciosa alma brilhante e colorida
que persegue seus sonhos e é bem decida
escolhida por Deus pra ser minha companhia

“Fê-lo, pois, descer pela janela, e ele fugiu são e salvo. “
1 Samuel 19:12