Liveurs – Underground Reality Show


Texto – Simplesmente
30/01/2014, 01:22
Filed under: Uncategorized | Tags:

No fundo queremos apenas um espaço, a rota mais simples para um caminho encantado, queremos sentir algo além de nós mesmos, distorcer a realidade para tentar esquecer aquilo que queremos e não podemos. Cada minuto que passa é um novo passo rumo ao esquecimento, o que parece importante hoje, amanhã nem se quer lembraremos, desejos que mudam, vontades que passam, lembranças que voltam e nós fazem esquecer quem realmente somos e tudo se perde de novo.

Ocupar a cabeça para não perceber a solidão, tentar ganhar dinheiro pra não perceber o tempo, comprar coisas para se distrair, tentar conquistar o respeito de quem despreza nossos direitos, provar algo para alguém que duvidou de nossa capacidade ou simplesmente tentar esquecer que somos apenas poeira, mas temos no coração a vaidade e a vontade de acreditar que isso não é verdade.

A ansiedade chega, o corpo deforma, nos tornamos aquilo que discriminamos, o espelho passa a ter um tom triste, o colorido da lugar ao branco, começamos a participar de mais enterros que aniversários, e uma sensação de que acabaram os sonhos simplesmente brota nas bordas do nosso coração duvidoso. Os dias parecem os ultimos, nos tornamos arrogantes, tolos que acreditam ser sábios, experiência que não serve nem para dizer o quanto amamos as pessoas que nos toleram. Por isso quando menos percebemos estaremos conversando com animais e querendo acreditar que eles podem nos entender, mera distorção da realidade para não deixar evidente o quanto estamos sozinhos.

O colecionismo, o apego, pilhas de coisas que nunca mais iremos usar, simplesmente porque temos preguiça demais para tentar fazer novamente aquilo que já desistimos. E o que poderia ser tudo para alguém que precisa, acaba sendo o desnecessário que se entulha no meio de nossos armarios. A tempestade chega e lembramos que existe um Deus, chegamos como se fôssemos o dono do céu e exigimos dele que a nossa alma vivente seja consertada, porque precisamos seguir em frente e esquece-lo novamente.

Deus deixou tudo explicado, a receita da vida, mas quem tem coragem de abrir um livro sem figuras, sem fotos, um livro que fala a verdade e que reflete o quanto somos frageis e imperfeitos. O tempo todo fugimos de nós mesmos, esquecemos de adorar a Deus para nos preocupar com tolices e bobagens. Por muitas vezes acreditei ser um anjo, mas o mundo não quer saber de fazer o certo, quer saber de fazer o mais fácil.

Gostamos muito de exagero, porém detestamos as consequências. Adoramos cobiçar com os olhos, mas não temos coragem de lutar e conquistar nada. Não adianta anunciar a verdade para quem está encantado demais com mentiras. Podemos sim ser melhores, mas não se engane, ninguém muda, aprendemos a adormecer a parte que detestamos, mas ela sempre irá existir em nosso interior, esperando a oportunidade de ser alimentada e libertada, por isso soltar da mão de Deus quando tudo está bem, é como desprezar o sol e começar a acreditar que a luz está em seus proprios olhos, vem a noite, e não apenas nós nos tornamos cegos, como morremos de frio.

Quando Deus se afasta, não apenas as coisas que sabemos começam a mudar, mas coisas que nem temos idéia. Posso ainda tropeçar sobre meus passos, desejar viver aos trinta aquilo que deveria ter vivido aos quinze, aprender uma unica musica no piano e olhar para ele todos os dias como se outras não fossem possiveis, mas ainda assim sou eu que componho as canções tristes que tenho ouvido. Uma hora acertamos o ritmo da vida, seja cedo ou tarde, em tempo ou fora de tempo, enquanto respirar ainda existe razão para se fazer.

vintage-photograph

” Porém a pessoa que não põe a sua esperança nas coisas que faz, mas simplesmente crê em Deus, é a fé dessa pessoa que faz com que ela seja aceita por Deus, o Deus que trata o culpado como se ele fosse inocente.” Romanos 4:5

Anúncios


Texto – Passagem
10/01/2014, 04:06
Filed under: Uncategorized | Tags:

Às vezes partimos pela metade, seguimos em pedaços e quando parece que tudo vai acabar bem, simplesmente outro pesadelo acontece. Depois de um tempo as coisas começam a ficar bem novamente, até que puxamos o gatilho da ansiedade e sabotamos os nossos sonhos, mudamos os caminhos para uma direção oposta, rasgamos a tela e começamos um novo quadro em tons de cinza, nosso corpo trabalha a base de comprimidos e decidimos mudar o time que está ganhando e nos jogamos no abismo do desconhecido de uma ponte qualquer.

O medo paralisa, nos impede de crescer, de florescer, quem sabe seguir em frente, porém a nenhum lugar se chega com passos inseguros, com corridas no escuro ou com a incerteza sendo carregada sobre os ombros. Precisamos preparar o coração para aceitar a morte, pois temos um espírito inquieto que está aprisionado em um corpo mortal e esse é o nosso enredo, será o nosso legado, as pegadas dadas rumos ao esquecimento, onde apenas aqueles que nos amaram deixaram saudades e talvez essa seja a única coisa que o tempo não possa destruir o amor verdadeiro.

A quem não arrisque dizer um Adeus, pois prefere a doçura de um até logo, mas a realidade é simples, estamos sempre de partida, de passagem comprada, mas sem hora marcada. Não vale a pena carregar a culpa de nunca ter dito o quanto ama alguém, o quando essa pessoa é importante, não vale a pena deixar alguém partir com o coração cheio de rancor, com o perfume da discórdia exalando e com os olhos cheios de lagrimas, se vivêssemos mil anos talvez não fossemos desprezar as pessoas com tanta facilidade.

Não deixe que o seu orgulho use as suas palavras como espada, não destrua a felicidade alheia com sua arrogância, não deixe que seu medo te faça gritar, se transformar, ser falso, pois todo mundo sabe que depois que o sangue esfria é que realmente descobrimos o quanto nós nos arrependemos de nossas atitudes impensadas, por isso sempre deixe tudo resolvido, todas as pontas amarradas, as malas arrumadas, as contas pagas e as orações feitas.

Não vale a pena criar inimigos, querer controlar o universo e tudo que existe nele, não vale a pena querer que tudo seja do seu jeito, que tudo seja perfeito, não vale a pena esquecer que Deus existe quando tudo está bem. Você pode ferir um coração que te ama, maltratar alguém que faria e faz tudo por você, inventar e imaginar coisas que façam esse alguém parecer a pior pessoa, mas quando a realidade vier te visitar, saiba que ela trará toda a dor do mundo por suas injustiças. Infelizmente a depressão é o preço pago por aqueles que esqueceram o valor da vida. Querem morrer para fugir e não para se salvar.

Por isso deixe o coração sempre livre para partir, seja de forma natural, seja pelos excessos que cometeu, seja pelo acaso que causa os acidentes de carro, seja pela doença, seja pelas próprias mãos, mas seja qual for a razão saiba que era para ser assim. A pessoa mais santa foi assassinada por falar de amor, tudo nessa vida dura apenas um instante e a justiça é algo para a eternidade.

Por isso repito deixe sempre tudo resolvido, tudo transbordando amor, desenhe nem que sejam rabiscos, escreve nem que forem mensagens de texto, para que mesmo que parta ainda viva no coração daqueles que te amaram. As coisas mudam de forma e não existe adeus existe até logo. Enquanto estamos nesse mundo sentimos falta de casa, nossa casa celeste.

city-girl-sky-swing-vintage-Favim.com-118733_large

“Queridos amigos, lembrem que vocês são estrangeiros de passagem por este mundo. Peço, portanto, que evitem as paixões carnais que estão sempre em guerra contra a alma.”  1 PEDRO 2:11