Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – O Frio
02/05/2012, 02:31
Filed under: Uncategorized | Tags:

Esse é o inverno da solidão
que corta o coração das almas carentes
que faz tremer os ossos e deixa o coração no chão
que machuca a felicidade e não tem roupa que esquente

Esse é o frio que agride quem não tem com quem se esquentar
a vida daqueles que no verão não fizeram à lição certa de amar
esse é o instante que não tem coberta vai ter que bater os dentes
pois é impossível afastar o gelo quando o vento vem de frente

Esse é a fria tempestade que arrepia os medos
que faz colocar a mão no bolso pra tentar esquentar os dedos
que traz o cheiro de naftalina pelas roupas que estavam guardadas
que tira a coragem e apenas desperta a vontade de ficar em casa

Essa é a madruga que vai gear sobre a grama
que deixa as estrelas mais brilhantes e a galáxia mais exposta
o dia em que somente os mais fortes iram sobreviver
e que ficou claro que alguma coisa precisava acontecer

Essa é a noite que teremos que esperar para ver o sol nascer
e através do seu calor observar o que antes era inerte se mover
somos escravos que sozinhos não podemos nada contra o frio fazer
essa é a mesma sensação de quando longe de Deus decidimos viver

“Eu era queimado de dia pelo calor, e de noite pelo frio, e o sono fugia dos meus olhos.“
Gênesis 31:40

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: