Liveurs – Underground Reality Show


Cartas – Nunca terá fim
31/05/2011, 01:49
Filed under: Sem categoria | Tags:

Se soubesse como são as coisas no meu coração, talvez pudesse descobrir que você poderia me ter por toda vida ou apenas por um momento depende apenas do tanto que quer de mim. Mas quem sou eu para ter a ciência do saber sobre o que faz seu amor se despertar por alguém.  Sei que não somos perfeitos, mas quem é nesse mundo ?

Poderíamos pegar os nossos erros e aprendermos a crescer juntos. Pra ser sincero eu nunca vi ninguém se apaixonar pelo medo  e nem mesmo por gestos que vem em pedaços e não por inteiro.  Como seria possível  amar apenas metade de alguém ? Não quero um amor parcelado pelo tempo, quero senti-lo a primeira vista e me embriagar sobre os meus sentimentos. Por isso se me encontrar em seus sonhos me abraça forte e não me deixa partir, me segura até quando possa abrir seus olhos e ainda consiga me ver.

 Quero ser o segredo que faz brilhar os seus olhos, que pode ser percebido pelos seus suspiros, a magia que desperta no rosto o seu sorriso ou a vontade de seguir adiante mesmo entre o precipício.  E quando a solidão brigar com o medo e resolver se entregar de novo por inteiro quem sabe assim descubra que nenhuma semente que se coloca na terra se nega a crescer quando regada.

Se precisar de luz deixa eu ser seu sol, se precisa de um motivo deixa eu ser a sua razão ou se precisa de carinho posso emprestar minhas mãos pra você. Eu sou apenas um homem atrás de uma mulher, de uma mãe para que eu possa ter meus filhos, alguém possa viver e sonhar dos mesmos sonhos. Carrego nas minhas palavras todos os meus desejos, como se escrevesse no papel tudo aquilo que coloco em preces a Deus.

Quero morrer de saudade, quero fazer loucuras e admirar sua vaidade. Quero brigar para que seja melhor, incentivar para alcançar seus objetivos e desfrutar de tudo que é bom quando se ama alguém até o seu intimo. Sei que qualquer brilho chama minha atenção mas é preciso mais que luzes pra segurar meu coração.  Quero ternura no olhar, calma no falar, desejo no tocar , vontade de acompanhar e medo de me perder. Posso te acolher nas tempestades dos seus hormônios, nas intemperanças das chuvas emotivas dos seus planos e até mesmo no furacão eminente na sua fase carente.

 Posso errar com você as vezes, mas se tiver paciência posso ser tudo que espera de mim, para começar uma historia que nunca terá fim.

 

“Com tudo isso, aos olhos do Senhor, nem o homem existe sem a mulher, nem a mulher sem o homem. “
1 Coríntios 11:11



Cartas – Solidão
29/05/2011, 19:11
Filed under: Sem categoria | Tags:

Me sinto conectado a você por diversos motivos, pelas coisas que as vezes tento fazer e não consigo, pelas lembranças que estão dispersas como bolhas de sabão ao vento, por retratos e fatos que eu não olho porque tenho medo. Como um leão adormecido te tranco na parte mais obscura do meu coração, em um lugar que evito passar ou ficar por muito tempo.

Como um cemitério que enterro meus sonhos que não deram certos, junto com a esperança que não sobreviveu ao tempo, no meio de toda confiança que foi traída pelo esquecimento. Mostra-me as tuas lágrimas que eu te apresentarei a minha insônia, de toda forma tenta me fazer pagar pelo mal que está sentindo, porém nunca pagou um centavo pelo bem que te fiz.

Porque tenho que ser forte o tempo todo, não sou o super herói que imagina e acredite que todas as vezes que você me atacou acabou por me machucar, mas quem pode se cortar sem nunca  sangrar ?

Acordo todos os dias e luto pra encontrar a minha felicidade, que vem aos pedaços e sofridas e como é incrível o poder que tem de tirar tudo de mim e deixar meu coração em migalhas Vivemos medindo o nosso orgulho, maltratando nosso amor por conceitos humanos, que diferença que faz quem tem a razão quando se ama alguém ? Quando menos merecer apenas me beija, coloca a mão na minha boca e cala minha ignorância.

Gritos me assustam e palavras ficam gravadas na minha alma, por isso cuidado com o que diz, pois você me magoa e muito com a forma pervertida que julga o mundo. Depois não entendi o meu silêncio, nada consigo dizer enquanto tento digerir todas as frases duras e me trata como se fosse incapaz de perceber minha dor. Sou uma criatura invisível, sem sentimentos, sem necessidades, que não precisa de carinho ou atenção. Acho que meu maior erro é te amar demais.  Sonhar um futuro junto e acordar e perceber que fui deixado pra trás.

Assim mostro meus dentes num falso sorriso, sentindo o peso das escolhas e dos passos errados que dei  pelo caminho, tudo sempre acaba depressa demais, sonhos não acontecem por muito tempo, tenho que brigar para ser ouvido e raramente faço alguma coisa que quero.

 Eu que nada tenho ainda não sei como perder aquilo que não tive e vivo na ilusão que tenho as coisas que me emprestam. Sinto falta de algo quando percebo o vazio das circunstâncias, mas já sofri demais que parece que não quero mais as coisas que já tive.  As vezes descubro o tamanho da minha solidão, quando quero conversar e não tem ninguém, quando sinto frio e ninguém me empresta o seu calor ou quando olho na agenda do celular e não tem nenhum contato com o nome de meu  amor.

“Erravam na solidão do deserto, sem encontrar caminho de cidade habitável. “
Salmos 107:4



Poesia – Perfeito Amor
27/05/2011, 01:58
Filed under: poesia 6 | Tags:

Me dá refugio sobre os seus braços
separa um espaço pra mim na sua cama
então apaga as luzes deixa tudo escuro
e veja como o nosso calor se inflama
Conversa comigo ampara a minha alma
no meio da tensão a sua mão me acalma
coloca uma musica suave na sua vitrola
o tempo passa e não tem quem controla
A paixão me consome louca de desejo
pedindo mais dos seus carinhos e beijos
mas quem pode impedir esse sentimento
é o amor que deságua dentro do peito
Somente com você a saudade me dá paz
me vejo flutuando entre seus lençóis
sinto vontade de viver e de ser feliz
sei é bem mais do que eu sempre quis
Quero amanhecer e te ver do meu lado
e perceber que posso sonhar acordado
perfeito amor é a dona do meu coração
te torno eterna nas letras dessa canção

“No amor não há temor. Antes, o perfeito amor lança fora o temor, porque o temor envolve castigo, e quem teme não é perfeito no amor.”
1 João 4:



Texto – Pérolas
22/05/2011, 17:52
Filed under: Sem categoria | Tags:

São como pérolas descobertas num mar de possibilidade, muitas vezes ocultas nos silencio dos medos, onde toda alma nasce com vontade de ser amada, mas poucos tem coragem de aceitar as verdades reveladas.

Deixando a vista suas fraquezas, pra mostrar que entre ambos os sexos não existe diferença. O importante é viver com quem se ama, lutar pra que seus sonhos saiam da cama, sendo que é muito melhor realizar que deixar eles presos enquanto descansa a cabeça no travesseiro. Reina no mundo as almas daqueles que acreditam, sinais são revelados a todos, mas poucos tem a capacidade de seguir a voz do destino.

A solidão nos faz acreditar que precisamos de algo, como uma necessidade incontrolável, uma dependência quimérica de uma coisa que está  além de nos mesmos. Podemos comprar tecnologia, mas e quando o que precisamos é de um abraço apertado, aonde iremos renunciar os nossos direitos.

Sou criança que as vezes chora, que precisa de colo e atenção. Que magoa os outros na inocência das palavras tortas. Faço bagunça com gestos e misturo sentimentos conhecidos pra me confundir. Quando penso que me encontro estou perdido e quando estou perdido chego em algum lugar, mas até mesmo nas minhas duvidas nunca deixo de caminhar.

Cruzo por florestas na madruga, lugares que os meus olhos não servem pra nada, flerto com pessoas destiladas em bebidas e percebo que são sorrisos feitos de mentiras. Sinceramente eu não sei que vazio estão tentando preencher ou que mistérios estão tentando esconder. Fotos e poses, momentos sem lembranças, barcos que navegam num rio de lagrimas e rostos que se encobrem em maquiagens.

Passar dor pra parecer bonito, como se um homem pudesse perceber um pouco disso. Regras criadas por uma doutrina feminista, um salto te deixa mais alta mas não faz você ficar mais próxima do amor. Sacrifícios, hormônios, descontrole, disputas, vontades e contendas. E que muitas vezes no meio de tudo isso acabam por se esquecer do seu valor mas mesmo assim os poetas ainda a reconhecem como uma flor. Caiu as pétalas e sobrou apenas os espinhos e ficar com qualquer um pra não acabar sozinho. Sempre vai ter alguém pagando muito pelo que não vale nada e felicidades escondidas no fundo de garrafas.

“Não lanceis aos cães as coisas santas, não atireis aos porcos as vossas pérolas, para que não as calquem com os seus pés, e, voltando-se contra vós, vos despedacem.”

Mateus 7:15



Poesia – Real Alegria
19/05/2011, 18:35
Filed under: poesia3 | Tags:

O mistério é o que está oculto no olhar
segure minha mão e descubra o que sinto
qual o tempo pra revelar todos os fatos
e a verdade mostrar tudo que foi mentido
Os sonhos morrem sempre que o sol nasce
o que você diria se Deus te encontrasse
qual a ultima vez que beijaram sua boca
e que de tanto amar pensou estar louca
Meu coração é grande e não cabe no peito
e as asas da imaginação soltas ao vento
calar a voz do medo pra fluir o silêncio
contar até dez e correr destino a dentro
As chances se perdem no meio da teimosia
insegurança faz um pacto com a apostasia
só pra culpar os inocentes pelos desvios
esconder o que fez quando estava sozinho
Eu quero acreditar que tudo vai ficar bem
que com as luzes todas as sombras se vão
que a tristeza é passageira nessa vida
e que a real alegria é ter Deus no coração

“A luz resplandece para o justo, e a alegria é concedida ao homem de coração reto. “
Salmos 97:11



Poesia – Espírito Santo
17/05/2011, 16:31
Filed under: poesia 6 | Tags:

Todas as coisas no tempo da fé acontecem
bastando crer e levar aos céus suas preces
sabendo que é impossível ser feliz sozinho
e não ficar confuso entre tantos caminhos
No fundo queremos chamar a atenção de Deus
para ter a certeza que ele não nos esqueceu
como criança correr pros braços da alegria
deixando no passado toda a dor e a agônia
Nuvens se abrem e derramam luz sobre você
pra brilhar e o rosto de Cristo não esquecer
agora se torna anjo que canta, sofre e sorri
tudo para lembrar que por Deus estamos aqui
Espírito Santo venha e me torne o seu abrigo
quero repousar na sua graça e no seu intimo
Coloca os seus carismas e dons no meu coração
quero viver, quero aceitar, ouve minha oração
Torna louca minha razão por tamanha adoração
quero me prostrar para ti com a face ao chão
sinto cheiro de incenso e a fumaça subindo no ar
Vem Espírito Santo de Deus sobre mim repousar

“pela pureza, pela ciência, pela longanimidade, pela bondade, pelo Espírito Santo, por uma caridade sincera,”
2 Coríntios 6:6



Poesia – Namorar Comigo
16/05/2011, 02:49
Filed under: poesia2 | Tags:

Se declara e seja o que Deus quiser
diga que sou seu homem e quer ser minha mulher
pra que esconder tamanho amor no silêncio
e viver entre acaso misturado com momentos
Porque não me fala com todas as letras
que minha voz te deixa numa paz imensa
que chora de emoção, ternura e carinho
quando o destino cruza nossos caminhos
Tenta agora que a coragem superou o medo
não deixa outro alguém viver seus desejos
o tempo já passou e parece apenas crescer
um sentimento puro que nada faz esquecer
Revela que acorda e dorme pensando em mim
que sua oração começa sempre com meu nome
que é estranho quando pensa em outro homem
e que todos que passaram ficaram no ontem
Conta que meu abraço dispara o seu coração
que fica agitada e que transpira suas mãos
que de madruga sonha com nos dois juntinhos
e que sua maior vontade é namorar comigo

“Fica comigo; não temas. Aquele que odeia a minha vida, odeia igualmente a tua. Junto de mim estarás seguro.”
1 Samuel 22:23