Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Necessário
31/07/2010, 17:32
Filed under: poesia7
Prefere deixar-me triste que fazer feliz
seu olhar diz sim, mas sua boca fala não
Eu sei que em você existe muito de mim
só não entendo porque tem que ser assim
O que era fundamental tornou necessário
um doente que toma o seu remédio diário
Preciso de você pra acalmar a ansiedade
que de tanto te esperar morre de saudade
Queria apenas deitar com você do meu lado
ouvir musicas olhando pro teto do quarto
Quem sabe adormecer de mãos dadas
sem se preocupar no mundo com mais nada
Será que o tempo de vida faz diferença
cria uma barreira invisível no coração
Impedindo de amar e ser correspondido
queria juntar a minha com a sua solidão
Não posso obrigar você a ficar comigo
nem entender porque me olha com paixão
Talvez seja por medo ou orgulho ferido
quem sabe temor do amor virar decepção
"É necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que este corpo mortal se revista da imortalidade."
1 Coríntios 15:53

Site Meter



Poesia – Coração Amigo
30/07/2010, 20:18
Filed under: poesia7
Aprendo a conviver com sua ausência
a aceitar na alma não ter onisciência
Um frasco de perfume e aromas passados
esquecido no banheiro dentro do armário
Abandonou o amor e seguiu com o corpo
transfigurou na carne seus interesses
deixando desamparado um coração amigo
que foi sacrificado agora vive sozinho
É o respirar faltando algo de alegria
apenas no fim de semana ter companhia
Tanto espaço entre as horas e os dias
a luta constante pra esquecer da vida
Mesmo que eu te abrace nos pensamentos
traga-te para perto junto do meu peito
Ainda assim somente eu estarei sabendo
você assombra e sonda todos meus medos
Quando se é a parte fraca a gente foge
e se não pode vencer a gente confunde
Quando não tiver jeito batemos de frente
mas alguma coisa tem que ser pra sempre

"Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca."
Mateus 26:41

Site Meter



Poesia – Invisível
29/07/2010, 08:26
Filed under: poesia4

Sinto sua presença mesmo sem te ver
queria saber pronunciar o seu nome
eu me apaixonei antes de te conhecer
será que algum dia encontrarei você
Criação imaginária, definição de amor
aquela que nunca partiu e nunca chegou
Um culto de esperança, fruto de vida
a mulher que carrega a luz na barriga
Quando te imaginei senti seu perfume
uma sensação que me deixava contente
Sem detalhes de cores ou desenhos
vi seus cabelos livres voando pelo vento
No seu olhar tantos mistérios e emoções
a voz serena como uma linda canção
Apenas em sonhos eu posso te tocar
limitado ao tempo que o sono dure
Muitos tentaram mas é seu esse lugar
nem a morte pode de mim te arrancar
pois onde for comigo você vai estar
na terra, no céu ou sozinho a sonhar

"Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que
as coisas visíveis se originaram do invisível."
Hebreus 11:3

Site Meter



Poesia – Seu amor
28/07/2010, 05:33
Filed under: poesia 6
Tudo é tão chato quando não esta comigo
o tempo custa passar e nada é divertido
Pode qualquer coisa no meu dia acontecer
mas ele só se completa quando vejo você
Nas suas águas tranquilas meu barco navega
aproveitando sua brisa sem nenhuma pressa
E no fim da tarde contemplar o por do sol
durante a noite sua luz aponta a direção
Para mim não importa a onde nos estamos
se é na minha casa ou no meio do oceano
O melhor lugar é aquele que está nos dois
nesse instante o mundo fica para depois
Estranho mais me sinto dependente de você
em seu amor encontrei força para viver
Descobri em mim alguém que não conhecia
me ensinou a sorrir e transmitir alegria
Qual foi a mágica que fez na minha vida
que escondeu a tristeza e a melancolia
trocando toda a incerteza pela saudade
e meu orgulho pelo espírito de caridade

"Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo o que ama é
nascido de Deus e conhece a Deus."
1 João 4:7

Site Meter



M Lua Nova – Andar sobre Brasas Descalço
27/07/2010, 07:03
Filed under: Notícias e política
Pregação sobre como com Deus tudo é possivel até mesmo
andar descalço sobre as brasas de uma fogueira sem se queimar.

* Está em duas partes

Site Meter



Poesia – Vem ll
27/07/2010, 04:37
Filed under: poesia junho 09 | Tags:
Você faz grande falta no meu dia
preciso saber de ti, ter noticias
Nem que seja numa mensagem de texto
eu não te esqueço em nenhum momento
Tenho a necessidade dos seus abraços
de escutar como foi no seu trabalho
cuidar daquilo tudo que tem sentindo
enviar amor nas palavras de carinho
Sem isso parece que nada tem sentido
só você me faz ficar em paz comigo
estar envolvido na mais pura ternura
encontro nos teus olhos tanta doçura
As vezes me pego distraído no tempo
imaginando o que você está fazendo
Será que também me tem nos pensamentos
quero escutar o seu coração batendo
Mas tudo que sente parece um segredo
que tenta esconder por causa do medo
A se soubesse que sinto o mesmo também
me ligaria no meio da noite falando vem

“Por isso saí ao teu encontro para te procurar! E achei-te!”
Provérbios 7,15

Site Meter



Poesia – Prisão
25/07/2010, 18:24
Filed under: poesia5
Superficial me vejo preso num corpo
incapacitado de tocar naquilo que sou
Como uma prisão que esconde minha alma
podendo ser alimentada apenas de amor
Como um vampiro que habita pela noite
sedento da vontade de saciar de sangue
que resiste sempre até o ultimo momento
e lamenta por ter que ser desse jeito
Mas quando no estomago a fome aperta
em prantos de dor a carência desperta
o desespero toma conta de cada membro
nessas horas cometo meus maiores erros
Entre vitimas sobrevive minha consciência
que se culpa e condena em cada sentença
Mas eu já estou preso o que mais fazer
se liberdade só morrendo para acontecer
Queria saber onde está o resto do bando
estou sozinho cercado apenas por lobos
Incapazes de entender meus sentimentos
porem conhecem a voz dos meus lamentos

"Nada temas ante o que hás de sofrer. Por estes dias o demônio vai lançar alguns de vós na  prisão,
para pôr-vos à prova. Tereis tribulações durante dez dias. Sê fiel até a morte e te
darei a coroa da vida."
Apocalipse 2:10

Site Meter