Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Arco-Íris
23/06/2010, 06:52
Filed under: poesia2
Saborear ainda dessa mentira
degustar sem pressa de acabar
Energia radiante, fonte de vida
delírios que não posso evitar
Você me encontra em pedaços
mas em suas mãos faz inteiro
Sem certeza do certo ou errado
nem se na lua existem coelhos
Ficar sem pensar é impossível
alucinação, síndrome do gostar
às vezes percebo estou sorrindo
efeito distante a me envenenar
Ultimo suspiro ou leve brisa
tentação com hora de querer
Vontade regrada e ansiolítica
mil coisas que ainda quero fazer
Quem sabe o destino possa juntar
definição que não atrevo dizer
Arco-íris que fiz para decorar
o percurso que separa eu e você

 
"como a lua que existirá sem fim, e o arco-íris, fiel testemunha nos céus."
Salmos 89,37

Site Meter

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: