Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Gratidão
28/04/2010, 05:28
Filed under: poesia 6
Quando era jovem sempre sonhei
criei planos para ir tão longe
Fiz tantas coisas apenas por amor
outras porque pareciam engraçadas
Infelizmente a vida passou
e todos esses dias se foram
E agora o que preciso pra ser feliz ?
se os bons momentos acabaram
Ficar quieto e sentir sozinho
o desespero pra achar um amigo
Lagrimas enquanto telefone chama
e nessa noite ninguém me consola
O que é preciso para ser forte ?
acreditar no destino ou na sorte
Queria tanto ver,mas só tenho olhos
minha fé é fraca demais senhor
Quanta insegurança no meu coração
e as estrelas são as gotas da morte
Me deixa apenas dormir, por favor
Doe demais e ninguém pode me ouvir
Quanto mais penso em você me acalma
sem te ver posso em mim te sentir
A paz e a tranqüila sei que esta aqui
obrigado pai por sempre que clamar vir
Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: