Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Refugia
23/03/2010, 02:13
Filed under: poesia junho 09

Refugia minha alma altíssimo
veja as feridas no meu coração
Tenho tanto medo quando vem a noite
o mal me arrastou para a escuridão
Escuta minhas preces Jesus Cristo
manda seus anjos para cuidar de mim
estou arrependido não importa o castigo
na ciladas do inimigo não será meu fim
Espírito de amor, paz e misericórdia
sopro de vida, senhor dos destinos
Perdoa esse filho pai amado e querido
não suporto mais sentir meu peito ferido
Eu sei que poderia ser melhor e não fui
que me iludi com os prazeres do mundo
Hoje além da carne me dói os ossos
estou arrependido me resgata desse poço
Confio em ti e lhe devolvo minha vida
apenas para junto de você poder estar
Testemunhando sobre seu santo nome
a quem não consegue pra casa voltar

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

inspirador, parabens é lindo! abraçosFabi

Comentário por Fabiane

redenção…

Comentário por NATANAEL

Que diálogo emocionante com Deus. Firmeza, sinceridade, certeza, fé e mudanças são palavras que descrevem bem essa linda prece. Seu desejo de melhorar, de se aperfeiçoar, de entender as coisas são simplesmente contagiantes. Suas palvras nesse poema refletem uma emoçaõ inimaginável, inigualável. Prece sensível ao Deus sensível. De fato foi sim ouvida. Abraços!!

Comentário por Silvestre




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: