Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Proteção
12/03/2010, 06:08
Filed under: poesia julho 09
O vento frio corta minha boca
deixando pálido o tom da pele
Inebriante a loucura na mente
pensamento assombra meu corpo
Nenhuma blusa pode me aquecer
coração de gelo bate no peito
cortante sangue corre na veia
sensação clara de estar morto
Horror espalhando sentir medo
doendo além da alma nos ossos
Tenho as palavras sem socorro
de fora não se vê o confronto
Batalha, guerra e os demônios
a luta pelo controle do corpo
Usando de quem ama pra atacar
confuso sem conseguir confiar
Correntes espalhadas no chão
marcas das algemas nos pulsos
Angustia, o pavor e opressão
ajuda o Deus dai-me proteção


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: