Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Ultimo Capitulo
13/01/2009, 18:34
Filed under: poesia5
Fortalecendo através da ausência
juntando o corte que não cicatriza
Destilando a alma atrás de impureza
superando ainda a morte da alegria
Em busca do alivio um remédio imediato
da maneira de não mais entristecer
Escrevo nossos últimos momentos
capitulo esse que nunca quero ler
Por isso segue a vida que este porto
não é mais o lugar seguro de viver
se tivesse abertos olhos quando parti
saberia que a tempos não estou ali
A areia desliza dentro da ampulheta
a caneta escreve sem nenhuma pressa
os últimos versos dessa trágica peça
e o que vivemos passou sem perceber
Na lembrança resgato o ponto final
o momento exato que soltamos as mãos.
Um ultimo suspiro alivia a tensão
libertando novamente minha desilusão.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Nossa, quando vc se arma com as palavras… elas podem até ferir as pessoas… magnífico de uma forma muito masoquista! Mas, belo!

Comentário por Maria Antonieta




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: