Liveurs – Underground Reality Show


Poesia – Estou
28/03/2007, 23:48
Filed under: poesia5

Estou tentando fazer
o coração parar de bater
Mentindo para mim mesmo
acreditar poder esquecer
Porque quando tudo fica tenso
me vejo iludido por lembrar
Que um dia você me teve
e não soube como me amar
Se agora eu sofro
não tenho mais nada a perder
E com isso eu choro
calado ninguém pode me ver
Se pudesse escutar
quantas vezes pedi a Deus
Pedindo que você voltasse
Estaria farto da minha voz.
Se pudesse entregar
minha vida para garantir
que amanha eu te teria
não precisaria nem pedir
Mas com o agora que faço
e esse tempo me sobra
Se toda vez que eu bato
você não vem abrir a porta.

Site Meter

Anúncios


Poesia – Tão Mal
26/03/2007, 22:24
Filed under: poesia5
 Eu vivo fazendo segredos
 criando maneiras de esconder
 Tudo aquilo que eu sinto
 quando estou longe de você
 Mas tenho que suportar
 nosso fim foi inevitável
 Tentamos nós proteger
 e colocamos tudo a perder
 Mas não vai dizer
 que você já me esqueceu
 Pois eu não consigo tirar
 você dos meus pensamentos
 Eu me nego a acreditar
 que tudo possa ter um fim
 E a pessoa que me fez feliz
 pudesse me deixar tão mal assim

Site Meter



Composição – No Breu
24/03/2007, 05:07
Filed under: Sem categoria | Tags:

 

 

Controlando as palavras
fingindo que não me importo
Aceitando o impossível
para ver se me encontro
Aqui estou outra vez
andando onde me perdi
A mesma escuridão
sempre é noite por aqui
 
Está dificil me encontrar
Cada passo é incerto
sinto medo a todo instante
O Meu erro esta tão perto
e tão difícil de encontrar
Cada passo é incerto
sinto medo a todo instante
e o Meu erro esta tão perto
 
apenas posso ouvir
o contrário do que sinto
está difícil distinguir
os caprichos do coração
Estou perdido e não nego
mas ainda eu espero
Que o tempo possa acertar
tudo aquilo que se perdeu
e é dificil de encontrar
Cada passo é incerto
sinto medo a todo instante
O Meu erro esta tão perto
e tão difícil de encontrar
Cada passo é incerto
Para que o sol venha revelar
a vida que se escondeu.
 

Site Meter



Poesia – No Breu
21/03/2007, 01:04
Filed under: poesia5
Controlando as palavras
fingindo que não me importo
Aceitando o impossível
para ver se me encontro
Aqui estou outra vez
andando onde me perdi
A mesma escuridão
sempre é noite por aqui
Cada passo é incerto
sinto medo a todo instante
Apenas sua voz posso ouvir
discordando do que digo
Mas é difícil satisfazer
os caprichos do coração
Estou perdido e não nego
mas meu amor eu espero
Que o tempo possa acertar
tudo aquilo que se perdeu
Para que o sol venha revelar
a vida que de mim se escondeu.
 

Site Meter



Poesia – Religião
15/03/2007, 00:48
Filed under: poesia5
Eu queria te encontrar
 e te pedir para perdoar
 Todas as coisas que fiz
 eu só queria ser feliz
 Eu prometo te amar
 e nunca mais te abandonar
 Tínhamos sonhos tão possíveis
 vem meu amor ficar comigo
 Traz a razão do meu viver
 não consigo te esquecer
 Porque quando estou sozinho
 vivo perdido em caminhos
 Eu não quero mais morrer
 Vem meu amor me socorrer
 Me empresta sua mão
 sente batendo meu coração
 Isso é bem mais que emoção
 Pois fiz desse amor minha religião

Site Meter



Poesia – Decisão
14/03/2007, 21:56
Filed under: poesia4
Eu queria mais uma chance
Pra viver este romance
E assim poder provar
Que tudo será como antes
Derramar rosas as seus pés
Encher de beijos seu coração
Mostrar que todo meu amor
É bem mais que uma ilusão
E no carinho de meus braços
Me confortar com seu sorriso
Saiba que andar ao seu lado
É como estar no paraíso
Um futuro perfeito
Algo maior que Cristo
Agora nosso presente
Está todo em suas mãos
E o nosso amanhã
Vai depender de um sim ou não
Saiba que te amo
Leve isso em consideração
Quando aos meus olhos olhar
E disser sua decisão.

Site Meter



Poesia – Em Claro
12/03/2007, 08:42
Filed under: poesia4
Fecho os olhos
 e não consigo dormir
 O sono mesmo tarde
 custa a chegar
 Estou sozinho no escuro
 onde será que você está
 Sei que quando adormecer
 em sonhos posso te encontrar
 Quantas noites controlei
 para não te ligar
 Quantas ruas evitei
 para não te ver passar
 Porque sei que se te olhar
 meu coração triste vai ficar
 Por isso eu rolo na cama
 revirando minhas lembranças
 Tentando achar uma solução
 alguém que sirva de esperança
 Será que você pensa em mim ?
 Porque o destino quis assim ?
 Eu só queria um caminho
 para escapar desse amor
 Quando tudo está mal eu rezo
 pedindo para acabar a dor
 Mais um dia que se vai
 e ainda não sei quem sou.
 
 

Site Meter